Internet das Coisas: Estudo aponta ecossistemas que devem ser privilegiados pelas políticas públicas brasileiras

0
133

TIC em Foco, a partir do artigo: Brasil tem de agir para ‘surfar’ na Internet das Coisas (http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?UserActiveTemplate=site&infoid=43556&post%252525252525255fdata=&sid=3&tpl=printerview) – por Luís Osvaldo Grossmann, em 21/09/2016

Um estudo bilateral Brasil e União Europeia aponta quatro ecossistemas que merecem ser alvos prioritários da política pública brasileira para a Internet das Coisas (IoT): smart cities, produtividade industrial, agricultura e transportes.

“Tem uma janela de oportunidade e a gente tem que se posicionar da melhor maneira para pegar essa onda”, defendeu o coordenador de ações de IoT da Fundação CPqD, Flávio Andrade, que dividiu a responsabilidade pelo estudo com o pesquisador português Pedro Maló.

Em fase de conclusão, o estudo também trata das dificuldades inerentes ao desenvolvimento dos ecossistemas apontados, conforme discussão que ocorreu em 21 de setembro, durante a ICT Week, promovida pelo MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação) e a União Europeia. Conectividade está entre os desafios apontados para o desenvolvimento de IoT no país.

- Publicidade -
Innovation Hunter

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here